Que a matéria não existe como a conhecemos?

Que a matéria não existe como a conhecemos?

A natureza da matéria era um tema que preocupava os filósofos gregos. Coube a Demócrito (460 - 370 A.C.) conceber a ideia de que toda a matéria seria composta por pequeníssimas partículas as quais denominou átomos. Da combinação de diferentes átomos surgiriam os mais distintos objetos. Assim, uma montanha, um chapéu ou pedaço de carne teriam diferentes combinações atômicas.
O átomo é a menor partícula conhecida e que através de combinações dá origem a algo. Exemplo: 2 átomos de hidrogênio associados a 1 átomo de oxigênio cria H2O, a água. Os cientistas descobriram que o átomo pode ser subdividido em subpartículas e, ao estudá-las, ficaram estupefatos com a comprovação de que a matéria que acreditávamos ser composta por algo sólido não existe.

Comprovou-se que as subpartículas atômicas possuem 99,99% de vazio (energia) e apenas 0,01% de matéria.
Albert Eisntein, físico alemão e criador da Teoria da Relatividade, disse:
"Não vivemos em um universo de objetos físicos separados por espaços vazios, mas sim em um universo que é um ser completo, dinâmico e indivisível onde energia e matéria estão tão intimamente ligadas que não se pode separá-las. A matéria é uma das formas da energia."
Max Karl Ernst Ludwig Planck, físico alemão, criador da Teoria Quântica, disse:
"Não existe o que chamamos de matéria. Toda a matéria surge e existe em virtude de uma força que toca o campo da energia, o corpo do universo, fazendo-o vibrar e assim, criando a matéria. Temos de aceitar que existe uma mente inteligente atrás desta força. Esta mente é a matriz de toda a matéria."
Assim sendo, tudo o que existe no universo é constituído de energia. Os planetas, sistemas solares, as estrelas, o espaço interestelar, nós... Tudo é ocupado totalmente por ela!
Podemos, dessa maneira, compreender a onipresença, a onisciência e a onipotência desta "mente" que é a matriz de toda a criação.

Por Gilmar dos Santos

Você pode gostar também

Autoconhecimento Transformando vidas

Cadastre-se para receber nossas novidades

Despertar é preciso.

Desejo receber novidades por e-mail